QUEM SOMOS

Quem Somos

Atuamos com uma proposta diferenciada no mercado. Investimos fortemente no atendimento personalizado, pois acreditamos ser fundamental a estreita relação de confiança e identificação entre o cliente e seu advogado. O contato direto e constante com nossos clientes permite-nos uma abordagem ágil, aprofundada e de qualidade das questões trazidas a nós. 

Como resultado, conseguimos identificar as verdadeiras necessidades de nossos clientes e fornecemos soluções individualizadas para satisfazer plenamente seus interesses e demandas. Além disso, contamos com equipe altamente especializada e detentora de grande experiência em nossas áreas de atuação. Essa estrutura garante o desenvolvimento de soluções eficientes, sofisticadas e criativas, em que são levadas sempre em consideração as peculiaridades de cada caso e cada cliente.

Podemos afirmar que nosso foco principal, portanto, é o atendimento célere, eficiente e de qualidade, com alta especialização e, sobretudo, baseado na relação de confiança mútua entre advogado e cliente, em um ambiente em que sua individualidade é valorizada, suas escolhas são respeitadas e sua importância é devidamente reconhecida.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PIS/Pasep: herdeiros de cotistas mortos podem sacar dinheiro em qualquer data

Herdeiros de cotistas falecidos do fundo PIS/Pasep podem sacar o benefício em qualquer data, sem necessidade de seguir o calendário para idosos, antecipado pelo governo. No caso do Programa de Formação
SAIBA MAIS

Pai de gêmeas consegue na Justiça licença-paternidade de 180 dias em Santa Catarina

Paulo Renato Vieira Castro, 32 anos, acompanhou bem de perto o desenvolvimento das filhas gêmeas, Alice e Luísa. Hoje, as pequenas estão com quase 10 meses e têm uma relação
SAIBA MAIS

A indenização por revenge porn no Direito de Família brasileiro

No último dia 18 de maio de 2018, tive a feliz oportunidade de palestrar no X Encontro Nacional de Direito Civil e Processo Civil, realizado na cidade de Salvador e
SAIBA MAIS

Direito real de habitação de cônjuge sobrevivente não depende da inexistência de outros bens no patrimônio próprio

O direito real de habitação do cônjuge sobrevivente no imóvel do casal, nos termos do artigo 1.831 do Código Civil, é garantido independentemente de ele possuir outros bens em seu
SAIBA MAIS